Presente Simples x Presente Contínuo

Você está tentando aprender em inglês o present continuous? Veio ao lugar certo, ensinaremos de um jeito fácil como ele funciona. Ao começar a aprender inglês, as estruturas de tempo presente são apresentadas gradativamente e uma hora se encontram podendo causar dúvidas. As próprias nomenclaturas podem variar dependendo da vertente gramatical ou se o inglês é americano ou britânico. Então fique atento de onde você veio , ou para onde irá viajar.

Present Continuous, Present Progressive são algumas das nomenclaturas possíveis para os tempos presentes em inglês. Porém, todos os nomes indicam o mesmo tempo verbal e se referem a mesma regra, que é a que iremos ensinar hoje. Por isso ao aprender um, você apenderá o outro. São apenas duas maneiras de chamar o mesmo tempo verbal.

Pode parecer difícil de aprender logo de cara, mas acredite se quiser – é fácil e você pega o jeito rapidinho. Ao contrário do português que possui diversos tempos verbais, o da língua inglesa é bem mais enxuto e fácil de saber. Parece batido porque todo mundo fala isso, mas é verdade! Ao sabê-los, você já dominará grande parte da língua. É preciso um pouco de treino e muito estudo para fixá-los.

Simple Present or Present Simple

Independente da nomenclatura é importante lembrar que se tratam da mesma regra, apenas o nome varia de acordo com a escola onde você estudou. O Presente Simples como o nome já diz é utilizado para situações cotidianas que se repetem e definem o sujeito ou uma situação. Os auxiliares desse tempo são o DO/DOES e o verbo to be tem suas formas am / is / are. Veja como conjugá-lo de acordo com o sujeito de cada frase:

  • I am (I’m) – Eu sou/estou
  • You are (You’re) – Você é/está
  • He is (He’s) – Ele é/está
  • She is (She’s) – Ela é/está
  • It is (It’s) – Isto é/está
  • You are (You’re) – Você são/estão
  • We are (We’re) – Nós somos/estamos
  • They are (They’re) – Eles são/estão.

Veja três exmplos na prática de como usá-los em uma frase para entender melhor:

  • I am a student (Eu sou um estudante).
  • My mother cooks very well (Minha mãe cozinha muito bem).
  • It rains a lot in March (Chove bastante em março).

Ele representa uma ação que está acontecendo naquele exato momento, assim como acontece com o presente na língua portuguesa. Então na tradução você não irá ter dúvidas.

>> Curso de Inglês Online Mais Eficiente Que Estudar em Escolas Tradicionais. Você Acredita?

Regras

Na terceira pessoa do singular (he, she, it) geralmente acrescenta-se um “s” ou “es” na terminação do verbo. E a regra é valida para pronomes terminados em:  o, ss, ch, sh, x. É válido para todos os verbos nessas terminações. Veja exemplos de como eles funcionam:

  • He lives (ele vive);
  • She kisses (ela beija);
  • It does (isso faz);

Outra regra é para quando a frase estiver na 3ª pessoa do singular (he, she, it) e o verbo terminar em “y“, substitua a consoante por “ies“. Para fixar o conteúdo e entender melhor, veja os exemplos abaixo:

  • To Fry (fritar) – Fries;
  • To Fly (voar) – Flies;
  • To Study (estudar) – Studies;

Para saber mais e entender melhor sobre as regras, assista o vídeo abaixo:

Present Continuous or Present Progressive

Ele tem ambas a nomenclaturas, mas se tratam da mesma regra. O primeiro passo é entender quando ele deve ser usado. Você deve utilizar para ações que começaram no passado e ainda estão acontecendo no presente. Foi destinado à ações que ainda não terminaram de acontecer.

Servem também para ações continuas, situações temporárias pelas quais alguém está passando ou que acabaram de acontecer e continuarão acontecendo. É diferente do simple presente e correspondem ao gerúndio da língua portuguesa. Exemplo:

  • I am studying English this semester. (Eu estou estudando inglês esse semestre).
  • My mother is cooking a nice dinner, I can smell it (Minha mãe está cozinhando um ótimo jantar, posso sentir o cheiro).
  • Let´s get an umbrella, it is rainning a lot (Vamos pegar um guarda-chuva, está chovendo muito).

É importante salientar que a estrutura em inglês do Presente Contínuo é verb to be + verb-ing, e o ing, neste caso, seria o nosso gerúndio dando ideia de continuidade. Ela é uma ação que ainda está acontecendo. E que essa estrutura não pode ser confundida com o verbo to be (am/is/are) no Presente Simples, sem o ing, que expressa estados sem a ideia de continuidade. Veja o exemplo de uma comparação:

  • I am a teacher (Eu sou um professor).
  • I am teaching Present Continuous (Eu estou ensinando o Present Continuous).

Ou seja, essa ação está acontecendo no momento em que está sendo dita, como se falássemos: Eu estou indo jantar, isso em inglês ficaria: I am going to have dinner (verb to be am” + verbinggo +ing“). Veja alguns exemplos abaixo, sempre levando em conta a já dita estrutura da frase:

  • I am eating hamburguer – Eu estou comendo hambúrguer;
  • He is going to my house – Ele está indo para a minha casa;
  • She is leaving the school – Ela está saindo da escola;
  • We are sleeping at that hotel – Nós estamos dormindo naquele hotel;
  • They are reading my book – Eles estão lendo o meu livro.

Basta se lembrar de colocar a forma correta do Verbo “to be” ou do conhecido como ser/estar de acordo com a pessoa da frase + preenchendo o verbo com o “ing”, que dá a sensação de ação sendo realizada, descreve uma ação em sua concretização, de certa forma, é o nosso gerúndio. É a grande diferença entre os dois tempos verbais.

>> Curso de Inglês Online Mais Eficiente Que Estudar em Escolas Tradicionais. Você Acredita?

Advérbios

As vezes precisamos usar o advérbio para dar sentido ou complementar o significado da frase. Por se tratar de ações que ainda estão ocorrendo no momento da fala, é comum usar os três seguintes advérbios na sua estrutura, lembre-se que dentro da língua eles servem para indicar tempo ou passagem de tempo:

  • now (agora);
  • at the moment (no momento);
  • at present (no presente).

Regras

Quando o verbo principal termina em “e” e antes dele tem uma consoante, o substitua por “ing“. Ou seja, o verbo perde sua vogal e esses verbos terminados em e, passam a ser terminados em “ing” e não em “eing“.

  • To Dance (dançar) – Dancing
  • To Make (fazer) – Making

Com exceção o verbo to be, que ensinamos lá em cima no texto, ele se transforma em “being”.

Quando o verbo termina em “ie substitua as vogais por y” e acrescente ing”. São pequenas dicas de inglês que facilitam sua comunicação. Exemplo:

  • Die (morrer) – Dying
  • Lie (mentir) – Lying

Quando o verbo é monossílabo ou dissílabo e possui a sequência CVC – consoante, vogal, consoante – duplique a última consoante antes de acrescentar o “ing“. Veja o exemplo utilizado em alguns verbos:

  • To Travel (viajar) – Travelling
  • To Run (correr) – Running

Com exceção nos verbos em que a sílaba tônica for a primeira. Aí basta acrescentar o “ing“. Exemplo:

Open (abrir) – Opening

Conseguiu firmar todo o conteúdo? É sempre bom ir estudando um pouco e cada vez mais. Comece a escrever textos e redações sobre presente contínuo em inglês. Insira frases nesse tempo verbal no seu dia a dia e aos poucos eles vão se tornando naturais na hora de usá-los sem precisar nem pensar nas regras.

21 Comments

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *