Gafes Comuns de Brasileiros Ao Falar Inglês: Aprenda Para Evitar!

O sonho de viajar para o exterior e conseguir se comunicar faz parte da vida de muitas pessoas que cresceram com músicas, seriados, desenhos e outros elementos da cultura pop norte-americana. Para que essa comunicação aconteça com sucesso, são necessários anos de dedicação e imersão na língua inglesa. O que na maioria dos casos não é a realidade, pois com a globalização, a viagem pode chegar antes do que o indivíduo imaginava.

A fim de evitar possíveis situações desconfortáveis, listaremos algumas das principais gafes que nós brasileiros podemos cometer ao usar o inglês em uma viagem ao exterior.

Deixar o Português Interferir na Comunicação

erros-comuns-que-brasileiros-cometem-tentando-falar-inglês

Falsos cognatos: É natural que a língua materna interfira no momento de tentar falar uma segunda língua. No entanto, essa interferência pode causar erros de comunicação no mínimo curiosos quando se trata dos falsos cognatos. Os falsos cognatos, também são conhecidos como falsos amigos, por serem palavras que parecem com as palavras em nosso idioma, mas têm um significado diferente.

Um dos exemplos mais famosos de falso cognato é pretend que parece com pretender, só que significa fingir. Sendo assim, uma frase simples como “Pretendo alugar um carro”, pode se tornar “I pretend to rent a car” (Eu finjo alugar um carro). O verbo correto seria intend, “I intend to rent a car” (Pretendo alugar um carro).

Por sua vez, o verbo entender é understand, “I can’t understand what you are saying” (Não consigo entender o que você está dizendo), no lugar do possível erro “I can’t intend what you are saying” (Não consigo pretender o que você está dizendo).

Traduzir Diretamente

traduzir-diretamente-é-um-dos-erros-mais-comuns

Há frases simples, que não podem de modo algum ser traduzidas diretamente do português para o inglês. Um dos exemplos mais comuns desse uso: “Quantos anos você tem?” que em inglês fica “How old are you?”, o que pode ser erroneamente vertido como “How many years do you have?” em uma forma literal. A resposta também é diferente “I am 25 years old” (Tenho 25 anos) e não “I have 25 years old”.

O verbo “ter” exige grande atenção ao falar inglês, pois em inglês ele é realmente utilizado para posse. Por exemplo, se você precisa dizer que “Há um táxi esperando lá fora” (There is a cab waiting outside) e não “Have a cab waiting outside”.

Pronúncia

pronuncia-errada-é-comum-em-ingles

A pronúncia é extremamente importante para a comunicação. Na maioria das vezes, o nativo irá entender mesmo que cometamos alguns erros. Mas nós brasileiros precisamos tomar cuidado com a pronúncia do I em palavras como sheet (lençol) e shit (dejeto), beach (praia) e bitch (cadela), leave (deixar, partir) e live (viver, morar). Em inglês o I do primeiro grupo de palavras é longo, similar ao nosso. No entanto, o I do segundo grupo de palavra é breve, e não existe em português.

Com essas dicas, ficará mais fácil aproveitar a viagem sem se preocupar com possíveis gafes.

Add a Comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *